Consulta pública: quando seu pitaco pode virar lei

Postado em Atualizado em

Uma pessoa muito especial pra mim me contou uma história sobre liderança.

De que cor você quer que seja o céu?Ele disse que os donos de uma fábrica de pasta de dentes estavam com um problema: algumas caixinhas vazias, sem o produto dentro, estavam sendo enviadas nas remessas. Os supermercados estavam se sentindo prejudicados, porque parte significativa do produto que compravam na realidade era só embalagem.

Então os empresários se reuniram e decidiram contratar uma consultora para resolver o problema.  A consultora trouxe um time de engenheiros, que passou um mês na fábrica, elaborando um projeto. Por fim, desenharam uma máquina exclusiva, com a única função de detectar quais caixinhas estavam vazias, através de um sensor com raios infra-vermelhos.

Máquina instalada, e o problema foi resolvido. As reclamações pararam e o setor de controle de qualidade estava satisfeito.

Algum tempo depois, porém, um empresário percebeu que a nova máquina não estava mais sendo usada. No entanto, todas as caixinhas ainda estavam sendo entregues com a pasta de dente dentro. Ele foi até o setor de produção para entender o que estava acontecendo. Chegando lá, a nova máquina estava encostada em um canto, e em seu lugar estava um grande ventilador. Ele perguntou a um operário o que era aquilo.

O operário disse que tinha uma máquina que recolhia caixas vazias que estava atrasando o serviço deles. Aí eles colocaram no lugar o ventilador, perto da esteira. E aí, quando o vento batia, vuuushh, as caixas vazias voavam fora.

Toda essa historinha foi pra contar uma coisa: liderar é saber ouvir. Quem sabe o melhor caminho de se fazer as coisas são as pessoas que estão lá na ponta, que lidam diretamente com o problema, muitas vezes todos os dias.

E é aqui que entra a consulta pública. Ela é um jeito de os deputados, governantes, e pessoas que ficam na “diretoria” escutarem quem está perto do problema. Algumas leis que estão sendo elaboradas agora têm esse tipo de participação, e o Marco Civil da Internet é um deles.

Desde hoje, o governo está recolhendo opiniões de quem realmente lida com a internet, para saber como nós, brasileiros, queremos que ela seja regulamentada. É a hora fundamental de informar! Porque depois que a lei for feita, como vocês sabem, não é fácil de mudar. Principalmente uma lei nova que foi feita sob consulta pública.

Portanto, essa é a chance. Falarei mais sobre esse assunto aqui. Por enquanto, basta dizer que os debates oficiais estão acontecendo no portal Cultura Digital. É preciso se cadastrar no site para participar das discussões, mas como vocês sabem, isso é rapidinho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s