Peace One Day – O dia da Paz

Postado em Atualizado em

Esse é o Jeremy, e ele percorreu meio mundo para obter a paz por um dia
Esse é o Jeremy, e ele percorreu meio mundo para obter a paz por um dia

Jeremy Gilley era um cara normal, sem grandes aspirações. Ele ganhava a vida fazendo documentários. Depois de ver crianças massacradas e pessoas sem nenhuma perspectiva em meio às inúmeras guerras do globo, surgiu uma pergunta: por que não existe o “Dia da Paz“?

Afinal, existe o dia dos pais, das mães, das crianças, das secretárias, dos professores, dos jornalistas, dos psicólogos, da árvore, do estudante, e por que uma coisa tão fundamental como a paz não tinha um dia dedicado a ela?

Pesquisando, ele descobriu que a paz realmente tinha um dia, a terceira terça-feira de setembro, instituído pela ONU (a Organização das Nações Unidas) nos anos 80. O fato era que ninguém conhecia ou levava essa data a sério.

Determinado, ele visitou dezenas de pessoas, entre elas Kofi Annan, secretário-geral da ONU à época. Assim, conseguiu o apoio oficial da Costa Rica e do Reino Unido para apresentar uma mudança na resolução que criava o dia da paz, transformando a data – 21 de setembro –  em um dia de cessar-fogo global.

Seu sonho é que todas as guerras, combates, guerrilhas e ataques ao redor do mundo parem por 24 horas no dia 21 de setembro. Que ao menos por um dia nenhuma bala seja disparada, que niguém seja morto ou perca alguém que ama por causa de uma guerra. Ele disse que nunca houve um dia no qual ninguém tenha sido morto em uma guerra.

Desde então, ele criou o projeto PeaceOneDay, e está numa cruzada global, literalmente, para que o dia da paz funcione, efetivamente. Em 2007, ele conseguiu o apoio de Angelina Jolie e Jude Law. Jude Law chegou a ir ao Afeganistão com Jeremy, onde o dia da paz seria instalado, simplesmente o último lugar da terra em que se pensaria em um cessar-fogo.

Com o apoio de uma representante da Unicef, que teve a idéia de aproveitar o dia da paz para vacinar crianças em áreas inacessíveis devido aos conflitos, Jude e Jeremy percorreram o Afeganistão, falaram com professores, líderes tribais, políticos, representantes, mídia e qualquer um que estivesse na frente.

Resultado: eles conseguiram o apoio não menos que da Coca-Cola, da Puma e do Taleban. O representante do Taleban no Afeganistão enviou uma carta falando que no dia 21 de setembro nenhum carro oficial seria atacado, para que crianças de áreas inacessíveis pudessem ser vacinadas!

E assim foi. No dia 21 de setembro de 2007, o Dia da Paz, nenhum carro oficial que ultrapassou as fronteiras dos domínios dos Talebans foi atacado. Em todo o mundo, o dia da paz foi celebrado, com festas, músicas e esporte. O resultado dessa empreitada está nesse documentário: The Day After Peace.

E Jeremy fez o vídeo porque se me contassem, realmente, eu não acreditaria. Ele o fez pra mostrar que é possível. Esse ano, o dia já passou, fiquei sabendo um pouco tarde demais. Mas porque não fazer todo dia o seu dia da paz?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s